Aula de Bateria

Assim que nasce, o ser humano só consegue se expressar de uma forma: pelos sentimentos. Por isso, antes mesmo de desenvolvermos a linguagem, é pela Emotividade que nos fazemos entender. No entanto, o nosso lado emocional não atua somente de dentro para fora, pois sofremos interferência do mundo exterior. É então que a Sensibilidade passa a atuar como um sensor de comunicação com tudo o que nos cerca. Em outras palavras, ela instaura a nossa percepção: mecanismo indispensável para o desenvolvimento da intuição e da razão. E é quando intuição e razão desabrocham e se conectam que surge a Criatividade. Parafraseando Lavoisier, nela reside a nossa capacidade de transformar: combinar e descombinar elementos ou possibilidades para obter algo novo. E o Criar Artístico surge no momento exato em esses elementos, originados em nossa essência sensitiva, permitem que a subjetividade gere a criação.

Assim, toda criança é emotiva, sensível e criativa. E mesmo com a linguagem desenvolvida, expressa seus sentimentos em suas criações. Porque, de alguma forma, a linguagem não é suficiente para expressar sua subjetividade que, de maneira intuitiva, se expõe através das cores, dos sons, dos gestos e dos atos. E por isso, naquela que possui mais afinidade com os sons, é natural que a Musicalidade aflore, direcionando sua criatividade para a arte através da Música.

E adentrando o universo musical, encontramos nos instrumentos maneiras diferentes de nos expressarmos artisticamente. Porém, a liberdade de expressão somente se impõe pela fluência instrumental. É para conquistá-la que nos valemos da Técnica.

Este é o meu objetivo como professor: conduzir o aluno em sua trajetória Artístico-Musical, ajudando-o a se reencontrar na criança artista que foi um dia, levando em consideração esses fatores que, no meu entendimento, constituem os cinco pilares que conformam o artista da música: Emotividade, Sensibilidade, Criatividade, Musicalidade e Técnica. Fundamentado nesta filosofia de ensino, empreendo um projeto de desenvolvimento técnico que evolve variada abordagem temática:

  • Técnicas de Baqueta
  • Técnicas de Pedal (simples e duplo)
  • Rudimentos
  • Coordenação
  • Independência
  • Leitura

Aliada ao estudo da técnica, a metodologia adotada estimula a criatividade pela:

  • Aplicação dos Rudimentos
  • Estudo de Play-Alongs
  • Exploração da diversidade sonora da bateria acústica
  • Improvisação

Além disso, a troca de experiências e a indicação de materiais para pesquisa (discos, livros, documentários) auxiliarão o aluno a resgatar, em sua subjetividade artística, a musicalidade, a sensibilidade e a emotividade.

Pretendo, desta forma, não somente formar bateristas, mas ajudá-los a se reencontrarem nos artistas que sempre foram, desde a mais tenra idade. Pois há um grande diferencial entre tocar um instrumento e se expressar por meio dele.