Bio

Arthur Rezende

  

          Arthur Rezende é o baterista brasileiro que foi escolhido pela guitarrista australiana Orianthi (Michael Jackson), pelo rock star Richie Sambora (Bon Jovi) e pelo produtor musical Dave Stewart (Eurythmics) para tocar com eles em Los Angeles como vencedor do concurso BeMyBand em 2014.

          Em 2016 retornou aos Estados Unidos para tocar na 10a edição do importante festival “Samba Fest” que acontece anualmente na cidade de Hartford (CT).

          Outro grande momento de sua carreira foi tocar em um dos principais festivais de jazz do mundo, o Montreux Jazz Festival. Em Julho de 2016 Arthur Rezende tocou com o artista Nil Lus na comemoração dos 50 anos do festival em um evento produzido por ninguém menos que Quincy Jones, cuja apresentação foi no Park Vernex para milhares de pessoas.

          Em 2003 Arthur Rezende foi premiado no concurso “BDMG Jovem Instrumentista”. Este prêmio incluiu seu nome na lista dos bateristas mineiros de maior destaque, o que lhe rendeu participação em projetos culturais realizados pelo BDMG nos anos 2004, 2005 e 2006. Em 2007 Arthur ficou classificado em primeiro lugar no “1º Festival Odery&ModernDrummer” na eliminatória de Minas Gerais, tornando-se finalista em âmbito nacional.

          No Brasil Arthur já atuou com vários artistas, incluindo os grandes nomes do movimento “Clube da Esquina” como Beto Guedes, Toninho Horta, Flávio Venturini (com o qual gravou o DVD “Não Se Apague Essa Noite” em 2008), artistas de renome como Vander Lee, George Israel (Kid Abelha), Marina Machado e também artistas da nova geração mineira como Kadu Vianna, Pedro Morais, Júlia Ribas, dentre outros.

          Além de atuar como instrumentista, Arthur é integrante da “PALA Produções” e utiliza de seu lado empreendedor para promover eventos relacionados ao universo da bateria. Já realizou Masterclasses e Workshops com Tony Royster Jr., Virgil Donati, Thomas Pridgen, Horácio “El Negro” Hernandez, Carlos Balla, Kiko Freitas, Christiano Galvão, André “Limão” Queiroz, dentre outros. Arthur busca nesta ação, fomentar o conhecimento e as diversas formas de expressão artística no instrumento, enriquecendo a cena instrumental.

          Outra importante atuação de Arthur Rezende é como professor de bateria, lecionando há 15 anos em seu próprio estúdio, desenvolveu ao longo deste tempo um estilo diferenciado e inovador, no qual atrai alunos de todas as partes do Brasil que o busca para aperfeiçoar sua conexão artística e técnica com o instrumento.

          Dentre suas principais influencias, o músico destaca os bateristas brasileiros: André “Limão” Queiroz, Esdras “Neném” Ferreira, Lincoln Cheib, Mário Castelo, Carlos Balla e Renato Massa. E os internacionais: Quest Love, Steve Jordan, Dennis Chambers, Jojo Mayer, Thomas Haake, Dave Weckl, Mike Mangini e Virgil Donati.

          Com seu trabalho de grande qualidade e alcance, Arthur Rezende despertou o interesse de marcas como a Pearl Drums, Anatolian Cymbals, Aquarian Drum Heads, SolidSound, Tune-Bot e Kick-Port, que atualmente o patrocinam e proporcionam workshops e Masterclasses por todo Brasil.